Sign in to follow this  
Emulov Sun

[Artigo Oficial] - Desejo Retorno

1 post in this topic

featuredthumb_5024.jpgHauopa!

Depois de retornar de mãos vazias de Venore, Tibicus viveu uma triste e solitária vida tentando preencher o vazio dentro de si. Até que uma notícia inesperada virou seu mundo de cabeça para baixo novamente. 

Esta é uma história em progresso de nosso herói Tibicus. Mas, não se preocupe, se você perdeu algum capitulo desta saga, pode acompanhar nos links abaixo:

1.Chuva 2.Resgaste 3.Desespero 4.Problema - 5. Rivalidade - 6. Entrega - 7. Calculo - 8. Reunião - 9. Conflagração - 10. Intuições - 11. Acidente. 12. Passado - 13. Desejo

Ele não poderia dizer quantas vezes ele havia se sentado sozinho em seu telhado ultimamente, observando Suon perseguir sua irmã através do céu, esperando a noite chegar.  Muitos meses já se passaram desde que Tibicus e seus amigos voltaram de mãos vazias para Thais. 

Seu eterno rival, Beefo, se foi. Seus antigos aliados e comparsas o esfaquearam pelas costas no segundo em que souberam da tragédia que se sucedera em Venore e lentamente, mas certamente, novos grupos agora estavam prestes a preencher o vazio de poder deixado por ele. O vazio que seja feitos maldosos deixaram em Tibicus, no entanto, ainda era tão doloroso como no primeiro dia. 

Ele deixara Thais para longas viagens de caça nos últimos meses de novo e de novo para tirar sua mente daquelas coisas. Graças a essas viagens, ele foi capaz de recuperar a maioria dos itens raros que ele vendera antes e até mesmo conseguiu alguns novos para sua sala de troféus. Mas no fundo, ainda assim, a devastante certeza espalhara que nada poderia compensar a perda de seu precioso chapéu. 

Abea, por outro lado, teve suas dificuldades. Mesmo depois de todos aqueles meses, seus olhos estavam sempre vermelhos de choro enquanto sua pele perdera o brilho e as profundas olheiras embaixo dos olhos representavam o efeito negativo de sua constante insônia. Ela gastou cada minuto livre visitando as livrarias por todo do continente em sua desesperada pesquisa de pistas sobre a dimensão dos demônios e a possibilidade de invadí-lo através da barreira mágica que o separa deste mundo. Ainda assim, as poucas e decrépitas pistas que ela escavou nesta busca provaram-se nada mais do que fantasias inúteis ou lendas. 

E como se isto não fosse frustante o suficiente, ela e Tibicus estavam discutindo mais recentemente por causa de seus diferentes pontos de vista sobre Fridolin. Demais para desgosto de Emilio que sempre se encontrava entre as duas frentes da batalha de seus amigos. 

01_tibicusangrywithdrink_small.jpgOs encontros no bar do Frodo tornara-de cada vez mais raros e acabaram cada vez mais em discussões acaloradas. E mesmo quando ninguém queria admitir, os três haviam se separado e já que todos estavam caçando seus próprios demônios, parecia inevitável que a longo prazo, cada um trilharia seu próprio caminho. 

Era uma daquelas noites em que Tibicus sentava-se sozinho à uma das pequenas mesas no bar do Frodo. Amargurado como sempre, ele encarou seu próprio caneco de cerveja amaldiçoando e demonizando o mundo. 

Depois de algum tempo, um jovem homem tocou seu ombro: "Você se importa?" 

Tibicus apenas grunhiu sombriamente e indicou com um acenar desmotivado que ele deveria ir embora. O jovem homem, no entanto, já havia se sentado e tomou um grande gole de seu copo. 

"Aaaaaaah! Não há nada melhor do que uma deliciosa cerveja antes de uma grande batalha, você não concorda?" O aventureiro tentou começar uma conversa e tomou um brinde em homenagem ao seu companheiro mal humorado. 

Tibicus arqueou uma das sobrancelhas, então hesitantemente ergueu seu copo também e acenou. 

Batalhas sempre foram um ponto fraco para ele e falar sobre uma luta ainda por vir atiçou sua curiosidade. 

"Então, em que batalha você planeja participar?" Tibicus perguntou de passagem. 

"Você não está sabendo? Está por toda a cidade! Movimentos foram notados na citadela. O feiticeiro maligno está prestes a retornar. Em breve nós partiremos para combatê-lo."

Tibicus se engasgou em sua própria cerveja. Tossindo e respirando ofegantemente, ele bateu no peito com seu punho para limpar a garganta e limpou a cerveja respingada em suas calças. "Você quer dizer?"

"Você estava vivendo debaixo de uma pedra ultimamente? Ferumbras está vindo!" O jovem homem completou sua frase.

Apressadamente, Tibicus empurrou a mesa de madeira para o lado, se espremeu pela multidão que bebia em direção à saída. "Ponha na minha conta, Frodo!" Ele gritou enquanto abria a porta com um chute e saiu apressadamente para a noite. 

02_tibicusknocking_small.jpgComo um raio, ele desceu a rua, fez uma curva fechada à direita passando pela muralha a leste da cidade. Ao ver o poço no final da rua, ele soube que estava próximo de seu destino. Depois de outra curva fechada à esquerda, ele subiu a escada e parou, sem ar, em frente à uma porta de madeira. 

"A Muralha da Cidade 3e"

As persianas fechadas diziam que quem quer que ali morasse ali ou estava dormindo ou fora, mas Tibicus bateu com seus punhos na porta. Demorou um pouco até que um homem  esbelto abriu a porta. Ainda sonolento ele esfregou seus olhos: "Tibicus? O que você quer? Você sabe que horas são?"

"Me diga... É verdade? O Ferumbras está prestes a retornar?" Tibicus estava ofegante tentando recuperar seu fôlego depois da longa corrida. 

O homem lhe deu um olhar Saturnino. "Você saberia, se tivesse se juntado a mim em minha jornada para descobrir as terras naquela vez."

"Ouça, eu não tenho tempo para seus joguinhos de poder. Você descobriu toda a terra, obteve uma incrível sabedoria e de alguma maneira mágica sempre sabe o que está para acontecer antes que todos saibam. Agora me diga, Guardião do Interesse, ele vai voltar?"

"Não me chame disso! Não é magia, eu apenas visitei todos os pontos de interesse de Tibia e portanto construí uma rede abundante de informantes." O homem respondeu. "Algo que você estava muito preguiçoso para continuar. E sim, é verdade. Ferumbras está voltando! Provavelmente nas próximas horas. Agora suma, um homem precisa de seu sono de beleza." 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.